Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários

Mais Alimentos financia motos em até 10 anos

3 de julho de 2018


Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

Programa do governo tem juros de 0,5% e 4,6% ao ano para famílias agrícolas

A partir de segunda-feira, 2 de julho, motos fora-de-estrada ou de uso misto com cilindrada de 150 a 250 cc poderão ser parceladas em até dez anos pelo Programa Pronaf Mais Alimentos do governo federal. A modalidade de financiamento favorece apenas famílias agrícolas cadastradas no programa e oferece taxas de juros bem baixas, que variam entre 0,5% e 4,6% ao ano.

Além do prazo de 120 meses para pagar, o Pronaf oferece carências até 36 meses. As motos disponíveis pelo programa são fabricadas em Manaus por Honda e Yamaha, que estão cadastradas no site da Sead/Pronaf. Pela Honda, os modelos participantes são NXR 160 Bros, XRE 190 e CRF 230F (fora-de-estrada). Aparentemente, a Honda CRF 150 não entrou no programa porque sua produção foi interrompida nos meses de abril e maio.

Os modelos Yamaha que participam do programa são a XTZ 150 Crosser, a XTZ 250 Lander e a XTZ 250 Ténéré. A fora-de-estrada TTR 230 não foi incluída no Mais Alimentos. O programa do governo federal também permite a aquisição de outros produtos desse tipo. Da Honda é possível comprar o quadriciclo TRX 420 Fourtrax e motores estacionários a gasolina (para geradores de energia e bombas d’água, por exemplo) com potência entre 1 e 22 hp.

Da Yamaha estão disponíveis motores de popa também a gasolina (de dois e quatro tempos) com potência entre 15 e 90 hp. Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo (associação que reúne fabricantes de motos em Manaus), recorda que existem 4 milhões de famílias agrícolas cadastradas no Mais Alimentos e que as motos, quadriciclos e outros produtos beneficiados pelo programa já são bastante usados no campo e atividades pesqueiras.

“O crédito dá aos agricultores o acesso a produtos mais modernos, com melhor desempenho e garantia de fábrica”, recorda Fermanian. Em 2014 as motos também foram incluídas neste mesmo programa do governo federal. Contudo, os créditos não foram liberados e no ano seguinte as motocicletas foram excluídas do Mais Alimentos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.