Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários

SEMINÁRIO DISCUTE O VLT NA REORGANIZAÇÃO URBANA

13 de maio de 2019


Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

O VLT Na Reorganização Urbana das Cidades. Esse foi o tema do Seminário realizado no último dia 2 de maio, promovido pelo SIMEFRE, Abifer, AEAMESP, ALAF e ANPTrilhos. O objetivo do encontro foi discutir o VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) como importante opção também para cidades de médio porte.

Mostrou que o VLT está associado a programas de requalificação urbana e de renovação de toda a rede de mobilidade do município, em valores de investimentos proporcionais à realidade de municípios de porte médio.

Logo na abertura dos trabalhos, o Secretário Nacional da Mobilidade Urbana do Ministério do Desenvolvimento Regional, Jean Carlos Pejo, salientou a importância do VLT como melhoria do sistema de transporte urbano, valorizando a parte urbana das cidades e melhorando a qualidade de vida destas metrópoles.

O presidente do SIMEFRE, José Antonio Fernandes Martins, afirmou que a “ferroviarização” passa a ser peça chave para o crescimento do país, pois da forma como estão as coisas, as empresas ficam à mercê da tabela do frete dos caminhoneiros. E, as cidades, ficam a mercê de congestionamentos e sem oferecer transporte público e mobilidade de qualidade segura, rápida e confortável, como o modal do VLT, que estamos focando.

O presidente da Associação Paulista dos Municípios, Carlos Cruz, enfatizou a importância do sistema de VLT, enquanto o presidente da Abifer, Vicente Abate, afirmou que o VLT é uma solução de extrema inteligência para a mobilidade urbana.

O evento foi dividido em painéis. O primeiro discutiu o VLT na Construção de Cidades Competitivas e Eficientes. O segundo, o VLT no contexto da Reorganização Urbana. O terceiro abordou as Bases Jurídicas sobre PPP, CEPAC e Financiamentos de Infraestrutura de Mobilidade. O quarto discutiu as Condições de Financiamento a Projetos de VLT e o quinto e último apresentou uma Conversa com os Prefeitos presentes.

O Secretário de Mobilidade, Jean Pejo, elogiou a participação dos presentes e garantiu que o tema deverá ganhar espaço. Comparando o VLT de Santos e do Rio de Janeiro, ele lembrou que os dois têm concepções diferentes. “O sistema de Santos é mais segregado, aproveitando uma faixa ferroviária já existente, que vinha desde a linha da Sorocabana. O do Rio de Janeiro é mais parecido com os bondes do passado, ele serpenteia por dentro da cidade e atinge áreas importantes até dentro de um ambiente mais turístico.”

Pejo destacou que o problema no Rio foi o fundo garantidor. “Não tendo fundo garantidor e o Município não pagando a participação que o governo tem no processo, isso vem gerando um stress muito grande para os próprios operadores, caminhando para a judicialização.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.