Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários

SIMEFRE Promove Encontro com Fabricantes de Moto-Peças

23 de maio de 2018


Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

 

O SIMEFRE promoveu com apoio e colaboração da Revista Motomagazine, o Encontro dos Fabricantes de Moto-Peças, no último dia 18 de maio. Durante a abertura do evento, o diretor Executivo, Francisco Petrini ressaltou que o SIMEFRE é o Sindicato da mobilidade, que luta por uma cidade que se mova. Para tanto, é preciso abrir espaço para as ciclovias e as motovias.

O objetivo do evento é fortalecer a atuação do setor de duas rodas, que possui faturamento expressivo no âmbito da mobilidade. Na prática o SIMEFRE pode ajudar a indústria, mas ela precisa estar presente e trazer seus pleitos, para  fortalecer esta cadeia produtiva.

A primeira palestra foi do coordenador do CB05 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), José Luiz Albertin, que explicou todo o processo das normas. Segundo Albertin o Brasil tem um marco uma estrutura de regulamentação e normalização que muitas pessoas não conhecem. “Um evento como esse ajuda nesse entendimento.”

 

Ele também destaca o associativismo e a importância dessa atuação. “Somos mais fortes do que individualmente. Tem coisas que são difusas, todo mundo é afetado, mas ninguém consegue individualmente tomar conta do problema ou reagir,é muitas vezes custoso e impossível, então o associativismo pelo Sindicato é a resposta.”

 

 

O próximo tema abordado foi a gama de Serviços SIMEFRE/FIESP. O diretor do Departamento Sindical e de Serviços, Paulo César Aguiar, falou da importância da parceria da Federação com os Sindicatos e da preocupação do Departamento em criar produtos e serviços que atendam as necessidades das empresas associadas.

A seguir a gerente Adriana Fonseca explicou o sistema indústria, o elo entre a Federação e os Sindicatos procurando fortalecer o associativismo. Mostrou algumas parcerias, como o ATA Carnet, Acesso ao Crédito, Inteligência de Mercado, Monitore e os Postos de Atendimento da Receita Federal, Junta Comercial, Certificado de Origem e Certificado Digital.

A seguir a representante do Depar falou sobre o FAP RAT.  Explicou que esse é o único tributo que pode ser reduzido a partir de uma boa gestão. Para tanto, a Fiesp desenvolveu a Central de Inteligência que coleta os dados referentes aos afastamentos de curto e longo prazo, organizando-os, analisando-os e transformando-os em informação e conhecimentos úteis para a tomada de decisões nos processos de segurança e saúde do trabalhador.

Para medir os efeitos da redução o Depar desenvolveu um projeto piloto com seis Sindicatos – Sinditêxtil; Sindiplast; Sinduscon; Sinaees; Sipatesp e Simabes. Ao todo 30 empresas participaram do processo que avaliou cerca de 30 mil vidas.

O relatório final apontou inconformidades entre os dados do INSS e das empresas. O custo da tributação foi de R$ 307.203.069,09. O potencial de redução, em caso de acidentalidade zero seria de R$ 167.281.304,60

Para aderir ao projeto as empresas terão como custo:

até 50 funcionários – R$ 100,00

51 a 99          – R$ 200,00

100 a 199 – R$ 400,00

200 a 499 – R$ 1.000,00

acima 500     R$ 2,00 por vida

Finalizando o evento, o Gerente Setorial do SIMEFRE, Carlos Gomes, ressaltou o interesse do Sindicato em realizar eventos desse porte, para ampliar a divulgação dos benefícios, deixando claro o trabalho de suporte que a entidade pode fazer para seus associados.

O diretor Comercial da Revista Motomagazine, Haroldo Santos, diz que é possível agregar todos os serviços que o Sindicato já oferece. “O Sindicato é esse elo de aproximação entre a fábrica e o governo. Nós também fazemos esse elo e queremos apresentar isso para os nossos clientes, as fábricas do mercado de motos e bicicletas.”

O diretor da Revista, Osmar Silva, diz que a maior parte das empresas de peças de motocicletas e bicicletas são pequenas e carentes de informações e  assistência, e que precisam de uma assessoria. Então para nós é muito importante que essas empresas tenham um bom desempenho. Queremos que eles sintam a importância de participar da Fiesp e do SIMEFRE. Não é um trabalho fácil, temos que trabalhar com paciência para que eles enxerguem essa viabilidade e aproveitem ao máximo o que isso pode trazer para eles.”

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.