Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários

Workshop Orienta Sobre Modernização da Lei Trabalhista

6 de outubro de 2017


Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

 

O SIMEFRE realizou no dia 04 de outubro  o ” Workshop: O que muda com a Reforma Trabalhista”. O evento teve por objetivo orientar as empresas sobre as mudanças na legislação. Para tanto, a gerente do Departamento Sindical da Fiesp, Daniele Azevedo de Souza fez uma apresentação discorrendo sobre os principais aspectos que envolvem a Reforma Trabalhista, e como atuar nesse momento de transição.

Segundo ela, trata-se de uma modernização da legislação Trabalhista esperada há muito tempo pelo setor produtivo e que, ao contrario do que muitos dizem, não tira direito dos trabalhadores. Ela explica que o tema foi bastante debatido e o projeto recebeu inúmeras emendas. “O documento final retrata algumas situações que já aconteciam na prática, mas não estavam previstas na legislação.”

A gerente do Desin explica que o RH tem papel fundamental nesse processo para fazer a coisa acontecer. É preciso valorizar essa relação que ao longo do tempo amadureceu e olhar para o futuro. “A lei prevê menor intervenção do Estado e a valorização da negociação.”

Ainda existem muitas dúvidas e até que se formem novas jurisprudências será preciso aplicar a lei, logo, é recomendável muita cautela, pois ninguém sabe ao certo qual o melhor caminho a seguir. O objetivo maior da lei é dar segurança Jurídica às partes, mas é preciso entender que o processo envolve uma mudança de Cultura, pois  altera aspectos consolidados pela legislação anterior.

Explicando o novo ambiente para as negociações das Convenções Coletivas, ela foi bem clara ao lembrar que não se pode ferir a lei, e ressaltou a importância de dividir as informações entre as empresas.

A gerente do Desin diz  que não é possível mudar a Cultura de um dia para o outro. É preciso fazer um planejamento do que a empresa quer para os próximos anos, avaliar como fazer e ponderar sobre o que pode ser mantido ou mesmo trocado. “Para tanto é preciso ajuda da base para manter o negociador informado das prioridades”, reforça.

O coordenador de Relações de Trabalho do SIMEFRE, Antonio Lúcio Molognoni explica que a reforma é muito importante para a economia, para as empresas e para os trabalhadores. “Estamos reestudando a reforma, tem muitas novidades e o que precisamos agora e isso é muito importante, é ter calma e cautela, porque existem dúvidas, pontos polêmicos, que todos precisam estudar, para que de fato a implementação dessa nova ordem trabalhista tenha sucesso para todo mundo.”

Ele explica que os Sindicatos estão preparados. “O SIMEFRE, por exemplo, está preparado para isso, independentemente do porte da empresa. Lógico que cada empresa, dependendo do seu porte, tem que ter um tipo de orientação, não dá para generalizar. Mas isso nós estamos fazendo, inclusive mensalmente no SIMEFRE, nas nossas reuniões de rotina, nas quais temos empresas pequenas, médias e gigantes.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.